Funcionários da gestão Velomar Rios são indiciados por venda ilegal de terrenos do município

Na manhã desta terça-feira (30), a Polícia Civil  apresentou o resultado das investigações em relação a venda de lotes ilegais no município de Catalão durante a Gestão Velomar Rios (2009/2012). A quadrilha vendia terrenos de propriedade da Prefeitura de Catalão com documentação falsificada, levando a crer ao comprador que se tratava de imóveis legais.

Através das investigações foi possível chegar aos suspeitos, Matheus Ribeiro, Henrique Antero, Paulo Henrique e Bruno Borges, todos eles funcionários da Gestão Velomar Rios, que contavam com informações confidenciais fornecidas por altos funcionários da Administração Velomar, que também lucravam com a falcatrua. Ambos os funcionários serão indiciados por falsidade documental, estelionato e organização criminosa.

A Polícia Cívil conseguiu localizar os terrenos de propriedade da Prefeitura de Catalão que foram negociados e vendidos pelo grupo. Os criminosos utilizavam documentos de doações com a data de 2011 e 2012,  como forma de conceder aos compradores o uso daquele terreno. Segundo informações do Delegado, terrenos em loteamentos de alto padrão foram vendidos, todos por um valor bem abaixo do mercado. Terrenos com o valor estimado de 800 mil a 1 milhão de reais, eram vendidos pelo grupo por um valor de 50 a 80 mil reais.

Esse não foi o primeiro caso de falcatrua com imóveis ocorrido na Gestão Velomar, quem não se lembra do sorteio irregular dos 300 apartamentos do Programa Minha Casa Minha Vida que promovido por ele, e beneficiava somente pessoas ligadas à turma do PMDB, foi cancelado pela Caixa Econômica Federal ? a Jornalista Thaís Simões , moradora de uma mansão em área nobre da cidade foi uma das contempladas. É de se estranhar o fato de que essa irregularidade hoje investigada ocorreu sob as barbas de Velomar, e ele na época não tenha tomado providências para coibir esse crime.

Compartilhe essa notícia:
Share on FacebookTweet about this on TwitterEmail this to someone

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *